visto d2 empreender em portugal

Saiba como empreender em Portugal: Informações sobre o visto D2.

VISTO D2 - EMPREENDEDOR

O primeiro passo a ser dado por quem deseja imigrar para Portugal com o objetivo de montar um pequeno negócio, como qualquer outro imigrante, é obter o visto. E o visto correto a ser tirado com esse objetivo é o visto D2. Vamos passar aqui as principais informações sobre esse tipo de visto e dicas de como empreender em Portugal. Por isso, leia atentamente este artigo.

 

Empreender em Portugal com o visto correto.

Quem deseja montar um pequeno empreendimento em Portugal tem ainda mais motivos para estar legalizado no país. Se tentar abrir uma empresa com o visto errado não terá êxito e seus planos estarão frustrados. O visto D2 é o visto concedido aos imigrantes que desejam fazer negócios como pequenos empreendedores em Portugal. É importante apresentar um plano de negócios e comprovar meios financeiros para empreender e sobreviver em Portugal.

 

Como solicitar o visto D2: Procedimentos iniciais

Para solicitar o visto D2 o candidato deve, a princípio, procurar Consulado de Portugal e dar entrada no pedido. Lá serão passadas todas as informações necessárias de forma correta, sobre documentação, prazos e etc. É importante ressaltar que, no caso do visto D2, para obter a Autorização de Residência – AR, são duas etapas. Uma no Brasil e, depois, uma no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – SEF, em Portugal, já com a empresa lá constituída. O visto D2 e a AR são duas coisas distintas.

 

Quanto dinheiro o candidato precisa investir em Portugal com o visto D2?

Na verdade, para o visto D2 não existe um valor mínimo a ser investido. Esse valor, chamado de capital social da empresa, não precisa ser alto. Mas lembre-se que precisa ser compatível com o plano de negócios a ser apresentado. E é importante lembrar que Portugal exige um valor mínimo para que o indivíduo sobreviva por lá, que é de 40 Euros por dia, a não ser que haja algum cidadão português residente que se responsabilize formalmente pela estadia e alimentação do imigrante.

Com essas informações iniciais, acreditamos que já ficou mais fácil pra você saber por onde começar, não é mesmo?

 

Se você está pensando em mudar de vida e tem Portugal como seu novo destino, junte-se a centenas de pessoas que já estão trilhando este caminho com a ajuda de nosso guia passo-a-passo detalhado.

 

Gostou? Então compartilhe com seus amigos!!!

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.