viver de rendimentos em portugal

Como viver de rendimentos em Portugal: O visto D7.

VISTO D7 - RENDIMENTOS

Quem possui rendimentos próprios e deseja morar em Portugal, saiba que o país tem interesse em receber pessoas nesta condição. Você deve, simplesmente, requerer o visto D7, que serve para aposentados, pensionistas, pessoas com renda de investimentos e/ou qualquer outro tipo de renda. Acompanhe o artigo e descubra como viver de rendimentos em Portugal.

O visto D7 é obtido no consulado de Portugal no Brasil. De posse desse visto a pessoa vai pra Portugal e dá entrada no pedido de residência.

É importante salientar que somente o visto D7 não direito a trabalhar. Depois que obtiver a Autorização de Residência (AR) no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em Portugal, pode trabalhar legalmente. Em resumo, você vai pra lá com o visto para viver de rendimentos em Portugal e depois que está estabelecido no país com a AR, pode trabalhar normalmente, afinal nem todo mundo aguenta ficar à toa o tempo todo, não é mesmo?

O visto D7 abrange vários casos e mais comum são pessoas que tem aposentadoria.

Também se enquadram pessoas que vivem de investimentos diversos, como pró-labore (salário dos sócios de empresas), renda de aluguéis de imóveis, investidores da bolsa e etc.

Também se enquadram nesse visto os missionários de igrejas e etc., que vivem do salário pago pelas organizações religiosas e seu trabalho seja somente relacionado a essas atividades.

 

Quanto dinheiro é preciso comprovar para viver de rendimentos em Portugal?

A lei portuguesa diz que é preciso ter renda de, pelo menos, um salário mínimo português que hoje é de 580 Euros  para o titular dos rendimentos, mais 50% para um eventual cônjuge e mais 30% para cada filho dependente.

Uma família formada por um casal e dois filhos, por exemplo, precisaria de uma renda de 1218 Euros mínima, porém, é preciso entender que o consulado sabe o custo de vida em cada região e julgará cada pedido de visto D7 de acordo com particularidades como esta.

 

Se você está pensando em mudar de vida e tem Portugal como seu novo destino, junte-se a centenas de pessoas que já estão trilhando este caminho com a ajuda de nosso guia passo-a-passo detalhado.

 

Gostou? Então compartilhe com seus amigos!!!

5 thoughts on “Como viver de rendimentos em Portugal: O visto D7.

  1. Para o visto D7, você precisa comprovar que tem receitas provenientes de aluguéis de imóveis, retirada de lucros de alguma empresa, rendimento em ações, pensão e outras rendas “passivas”, ou seja, aquelas rendas que você não precise trabalhar para obter, ok?

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.